SISTEMA TEMPORARIAMENTE INDISPONÍVEL POR PROBLEMAS TÉCNICOS

 

O pé diabético é uma das principais complicações do diabetes mellitus, responsável por uma parcela significativa das internações hospitalares, além da morbidade e mortalidade que atingem os pacientes acometidos pelo diabetes. As hospitalizações causadas por pé diabético geralmente são prolongadas e recorrentes, exigindo grande número de consultas ambulatoriais e necessidade de cuidado domiciliar, gerando alto custo. As amputações chegam a atingir 50% dos pacientes portadores de diabetes internados devido a ulcerações. Esta complicação, entretanto é passível de detecção precoce e intervenções que permitem obter desfechos extremamente positivos. Em 2006 a Universidade Federal de Sergipe desenvolveu um software, o SISPED - Sistema Salvando o Pé Diabético. Este sistema, combina os achados de anamnese e exame físico, estratifica o pé dos pacientes diabéticos, detectando aqueles em risco de desenvolver ulcerações nos pés, e elabora a sugestão inicial de conduta terapêutica adequada. Entre 2014 e 2015 o departamento de Pé Diabético da SBD iniciou processo de negociação junto aos idealizadores do SISPED, obtendo então a permissão para disponibilizar o mesmo, gratuitamente no site da SBD para não somente todos os associados, como também para profissionais de outras entidades médicas e de enfermagem, fisioterapia, que tenham interesse em fazer uso do mesmo. O SISPED estará disponível e com acesso gratuito no site da Sociedade pelos próximos cinco anos. O SISPED está atualizado, e, a nova versão inclui também ferramenta de diagnóstico da neuropatia diabética e um prontuário eletrônico para o seguimento dos pacientes com ulcerações nos pés. Este prontuário facilita o cuidado multidisciplinar dos pacientes, uma vez que possibilita o preenchimento dos dados em diferentes níveis de atenção à saúde. O SISPED foi validado e a sua eficácia foi comprovada, fazendo com que profissionais não especializados tenham uma eficácia diagnóstica semelhante a especialistas no manejo do pé diabético.

Cândida Parisi
Departamento de Pé Diabético SISPED 2014/2015
 
Karla Freire Rezende
Coordenadora Universidade Federal de Sergipe
 
Walter Minicucci
Presidente SBD